segunda-feira, 27 de julho de 2015

- cremme valdrá la pena!



Algum de vocês já chegou a acreditar que a força do pensamento realmente funciona? 
Ás vezes, me assusto de como algumas coisas funcionam na minha vida. 
A primeira vez que aconteceu (que eu me lembre), foi na igreja... Vi aqueles olhos verdes e os desejei com uma força inacreditável, nunca tinha o visto, mas depois daquele dia, nunca mais o esqueci. No dia seguinte, estava sentado na calçada do vizinho, dois dias depois na porta da escola, quatro dias depois havia uma solicitação de amizade no orkut, e um pouco mais de uma semana, já tínhamos dado o nosso primeiro beijo. Como uma pessoa que você nunca tinha ouvido falar, seria tão presente de uma hora pra outra na sua vida? Ou era força do pensamento, ou era destino. E pá! Lógico que pensei que era o destino! Que eramos amor pra vida toda, que nos casaríamos, teríamos muitos filhinhos, e que nos amaríamos a vida toda! Mas não, durou pouco. Me pediu em namoro no ano novo, e terminou comigo uns 5 dias depois. Triste, né? Achei também, mas passou, tá tudo bem! Mas tudo como aconteceu ainda fica meio confuso para mim, não entendo o porque da passagem dele na minha vida, não me fez aprender nenhuma lição, não acrescentou em nada. Só me fez pensar hoje em como eu agi por impulso, em como eu estava necessitada de acontecimentos na minha vida, e que eu achava que eram sinais, talvez tenham sido, mas quais? 
Hoje me pego mais ou menos na mesma situação, me envolvi tanto anonimamente em uma história, por um bom tempo, e de uma hora pra outra, estava participando dela, e foi bem repentino como a história que lhes contei anteriormente, não conhecia ninguém que estava participando dela, e do nada sabia de tudo, conhecia todos, participava do dia a dia dessas pessoas, e não sei como me portar, não sei como compreender essa situação, me sinto perdida, sem conseguir entender como fui parar ali, sem conseguir entender porque me colocara no caminho dessas pessoas, no caminho dele. Não foi só pra curtir um pouquinho, sofrer um pouquinho e esquecer né? Seria tao vago novamente, e eu ficaria mais uma vez sem entender, se foi o destino, se foi a força do pensamento, ou se foi pra aprender algo, que eu também não sei o que é.
- iorgut

domingo, 12 de julho de 2015

- Angel



Se sentindo perdida, sem saber como entrou nessa história, sem entender o porque, sem saber freiar. Tá se deixando levar, e sabe no que vai dar, só de olhar nos olhos dele já entende o que busca, é refugio, ele está correndo contra a solidão, está tentando encontrar um outro beijo em seus beijos, em seus abraços, em seus toques, a magia ainda não chegou, ou chegou e já foi embora. Um olhar perdido no horizonte, um amor que não cabe no peito, uma saudade que está o deixando louco, ela entende isso, mas não há companhia existente que o faça voltar a sanidade. Ela o conhece pouco, mas sabe a dor que carrega, e sabe que quer o seu anjo da guarda, de uma forma ou de outra, ele quer ir atrás de tudo que o faz lembrar dos momentos bons. Ele busca em todos os cantos da casa o seu riso, ou o seu sorriso. Os seus gritos, ou os seus sussurros. A noite, procura o seu peito para se aconchegar, ou o seu cabelo para puxar, o seu olhar para encontrar, e o te amo para ouvir. Não tem sido fácil para ele. Ela sabe, ela assiste, e sente também, e não sabe como reagir, não sabe se é certo estar ali, se é certo sentir tudo isso, de saber mesmo sem que ele saiba, de se importar mesmo ele dizendo para esquecer tudo, peço ao anjo da guarda dele, que nos dê forças, que o faça seguir um caminho que o faça bem, tenho certeza que ambas queremos isso. 
- iorgut  

domingo, 10 de maio de 2015

- Calmaria


Lembro até hoje que foi você que me chamou mais atenção no primeiro dia, não de uma forma boa, nem ruim. Mas se me perguntarem do que eu lembro com todos os detalhes daquele dia, diria que foi você. Como é incrível, né? Naquele momento, como eu poderia imaginar que viveria os próximos anos com um amor incabível no meu peito? Aos poucos meu olhar pra você foram mudando, já tiveram varias fases, o olhar desconhecido, o de amigo, o de irmão, o de amor, o de tristeza, de perda, o de compreensão, e o de carinho. Apesar de tudo, o carinho tem que permanecer, certo? As vezes acho que reprimimos muitas coisas, diminuímos a atenção que queremos dar um ao outro, mas ja fizemos isso, e sabemos no que deu, no que resultou. Mas, será que estamos fazendo o certo? Meu coração fica bem pequenininho quando te vejo e não falo contigo, volto pra casa como se faltasse algo, sabe? Mas, apesar de todo esse sentimento, essa necessidade de te ter perto, fingir que nada disso existe é o que eu posso fazer agora. Você me traz a calmaria e um terremoto de maneiras tão intensas quanto digo, me acalma, me traz paz quando preciso, ou só fica do meu lado e fala "não vale a pena ficar assim" ou "porque voce fica tão brava hein?" e eu respondo como todas as outras vezes, não sei, não consigo controlar nada, nunca consegui. E é por isso que hoje as coisas estão como estão, é por isso que hoje eu sinto mais saudades do que amor.

domingo, 22 de março de 2015

Você sabe quem errou




Deixei de lado o olhar que me prendia, a paixão que me mantinha refém a anos, e me entreguei a um sorriso meigo, a um abraço desengonçado e a um beijo cheio de desejo, o que já não sentia a muito tempo, que bom que o tempo passa, que bom que pessoas diferentes entram em nossas vidas! Que bom que você foi embora, que bom que você deixou meu coração preparado pra qualquer futuro ferimento, depois de você me mantenho firme, podendo fazer escolhas que até eu achei que não poderia fazer, o que vai ser de hoje em diante ninguém sabe, mas foi bom ter aprendido ser forte com você. 
-iorgut